A Melhor Foto do Ano

Posted in Fotojornalismo on 12 de dezembro de 2009 by maycarmorocha

A foto ganhadora  foi registrada pelo islandês Bragi J. Ingibergsson, que é amador e flagrou dois cavalos típicos do país em um raro momento de sol.

O concurso também premiou imagens em categorias como PLaneta Terra, Gente e Visão Digital.

Os jurados levaram oito meses para conseguir avaliar as mais de 100 mil fotografias digitais inscritas.

Os resultados completos e todas as fotos podem ser vistas no site : photoradar.com

Fotógrafo usa alimentos para recriar símbolos de Londres

Posted in Photoshop with tags , , on 6 de dezembro de 2009 by renanzeras

O fotógrafo britânico Carl Warner, famoso por compor cenários feitos apenas com alimentos, revelou sua mais nova obra: uma versão comestível dos maiores símbolos de Londres.

Warner usou 26 frutas, legumes e verduras para recriar locais icônicos da capital britânica, como a Torre de Londres, a catedral de Saint Paul, o Big Ben e a roda gigante London Eye.

A imagem foi encomendada pelo canal de TV britânico Good Food para divulgar o lema “a gente se diverte com comida”.

Durante três semanas, Warner contou com a ajuda de cinco profissionais que o ajudaram a construir a grande maquete feita de comida.

Veja outros Cenários feitas por Carl Warner

O maior desafio da equipe foi manter a aparência dos alimentos para que parecessem frescos na foto final. Outro dilema foi escolher a fruta, o legume ou a verdura correta para traduzir a grandeza dos principais símbolos da cidade.

Na foto, os relógios do Big Ben foram substituídos por rodelas de limão, uma melancia ganhou a forma da cúpula da catedral de Saint Paul e os pilares da Torre de Londres foram montados com baguetes.

No início do ano passado, Warner criou as chamadas “foodscapes” –união das palavras “food” (alimentos) e “landscape” (paisagem)– mostrando cavernas submarinas, florestas, praias ao pôr-do-sol e até cachoeiras feitas de frutas, legumes, queijos, frios e massas, entre outros.

Um dos objetivos de seus projetos é promover uma alimentação mais saudável entre as crianças.

Texto Renan Araújo e BBC Brasil.

fonte:http://www1.folha.uol.com.br/folha/bbc/ult272u653711.shtml

site:http://www.lenswall.com/



KISS – BECAUSE I’M A GIRL

Posted in Photoshop with tags , , , , , , on 5 de dezembro de 2009 by renanzeras

Assista! O vídeo conta uma história de amor de um fotógrafo. Uma mensagem linda que emocionou mais de 12 milhoes de pessoas e temos certeza que vai te emocionar também! Veja e deixe seu comentário.

Maximagem

Exposição de Robert Polidori no Rio de Janeiro

Posted in Publicidade with tags , , on 1 de dezembro de 2009 by renanzeras

não fumenão fumeA obra do fotógrafo canadense Robert Polidori, que registra casas e cenários devastados por catástrofes naturais, por guerras e vandalismo.

Dois anos antes da mostra chegar ao Brasil, campanha criada pela Neogama/BBH para a ONG Adesf (Associação de Defesa da Saúde do Fumante) mostrava imagens de Polidori, exibindo o interior de casas totalmente destruídas para estabelecer uma metáfora sobre os males que o tabagismo causa ao organismo.

As imagens usadas na ação, e que integram a exposição no IMS, são do livro “After the flood”, no qual Polidori registrou casas em Nova Orleans após a passagem do furacão Katrina, em agosto de 2005.

A campanha foi premiada em 2007 com dois Leões de Ouro no Festival de Cannes.

Via clube online.

fonte :http://ppisca.blogspot.com/

CH Carolina Herrera

Posted in Publicidade with tags , , on 10 de outubro de 2009 by maycarmorocha

ch_fem_03[1]

O vermelho na imagem representa sensualidade, porém o branco e os tons claros dão à cena um ar leve, tranquilo e até puro. A garota representa uma menina mulher em fase de mudança (crescimento), onde passa da fase adolescente para ser uma mulher. O perfume é para meninas entre 16 a 25 anos. A fotografia demonstra que o perfume é destinado para o dia, por ter tons claros e leves.

propaganda da Arezzo

Posted in Publicidade with tags , on 9 de outubro de 2009 by maycarmorocha

juliana p

A propaganda da Arezzo retrata exatamente o inverno, podemos reparar nas cores frias, como o magenta desbotado no fundo e até na pele da atriz Juliana Paes. A regra dos terços se encontra no perímetro da bota pois é exatamente dela que a propaganda procura retratar, o tom de marrom expõe o ponto forte da propaganda, pois dentre as cores frias o marrom é o que se destaca. A Juliana Paes representa para sociedade uma mulher determinada, equilibrada e passa uma imagem de seriedade. A pose da atriz mostra um tipo de poder feminino, os olhos dela passa um olhar sereno, tranqüilo.

A bota já é sinonimo de ser pesada, porém a propaganda retrata que a bota Arezzo é leve, isso é reforçado pela pose da atriz, que demonstra um certo equilibro, já que Juliana Paes é uma mulher compromissada, cheia de coisas a fazer, mostra que com a bota Arezzo, da um equilíbrio em sua vida.

 

A criança e o urubú

Posted in Fotojornalismo with tags , , , , on 26 de setembro de 2009 by Juliana Greghi
 
 
01[1]

A fotografia é de uma menina sudanesa, que estava se arrastando em direção a um posto de alimentação. Foi registrada pelo fotógrafo sul-africano Kevin Carter, em 1993. Foi adquirida pelo New York Times, ganhou o prêmio Pulitzer de 1994 (mais importante prêmio jornalístico do mundo) , e deu mais resultado do que qualquer outra reportagem para chamar a atenção sobre a fome no continente africano. Porém, levantou a questão que acompanhou o fotógrafo até sua morte:

 O que ele tinha feito para salvar a criança?

Todos queriam saber, e Carter dava diferentes versões. Chegou a dizer que esperou cerca de vinte minutos para que o abutre fosse embora e, como tal não sucedia, rapidamente tirou a foto, espantou o abutre açoitando-o, e abandonou o local o mais rápido possível.

Muitas vozes se levantaram na época contra a atitude de Carter, comparando-o de certa forma ao abutre e questionando-o porque não tinha ajudado a criança.

Mas os fotógrafos tinham um código de conduta rígido que implicava neste tipo de cenários: nunca se aproximavam das pessoas famintas pela possibilidade de transmissão de doenças.

“Essa foi a minha foto de maior sucesso, depois de dez anos como fotógrafo, mas não quero pendurá-la na parede. Eu a odeio”
declarou em entrevista a revista American Photo.

Ao longo da sua carreira, Carter vivenciou incontáveis episódios de violência em teatros de guerra e de desastre humanitário.
Carter era um dos integrantes do chamado Bang-Bang Club, um grupo de quatro amigos, fotojornalistas, que se dedicaram a expôr aos olhos do mundo o brutal regime do apartheid sul-africano (um regime que negava aos negros da África do Sul os direitos sociais, econômicos e políticos. O governo era controlado pelos brancos de origem européia (holandeses e ingleses), que criavam leis e governavam apenas para os interesses dos brancos. Aos negros eram impostas várias leis, regras e sistemas de controles sociais, como proibição de casamentos entre brancos e negros – 1949, proibição de circulação de negros em determinadas áreas das cidades – 1950, proibição de negros no uso de determinadas instalações públicas, ex.; bebedouros, banheiros públicos – 1953 e criação de um sistema diferenciado de educação para as crianças negras – 1953).

FotoI[1]

A foto acima também foi agraciada com o prêmio Pulitzder e foi tirada por Greg Marinovich no exato momento em que um homem após ter sido perseguido e incendiado pela multidão leva uma golpe de facão na cabeça . Os senários, além da África do Sul, são a ex-Yugoslavia e o Sudão.

Dois meses depois de ter recebido o prêmio pela  imagem da criança e o urubú, amargurado e castigado pela culpa, psiquicamente instável e destroçado pela morte de um dos seus amigos íntimos e elemento do Bang-Bang Club, Ken Oosterbroek , Kevin Carter suicidou-se.
Em 27 de julho de 1994, levou seu carro até um local da sua infância e utilizou uma mangueira para levar a fumaça do escape para dentro de seu carro. Ele morreu envenenado por monóxido de carbono aos 33 anos de idade.

O fato continuou tomando grandes proporções, sempre dividindo opiniões:

Em 1996, a banda do País de Gales, Manic Street Preachers, conhecida por seu comportamento radical e declaradamente socialista, ironizou a atitude do fotojornalista com a canção “Kevin Carter”, do álbum Everything Must Go.

O documentário The Death of Kevin Carter: Casualty of the Bang Bang Club [A Morte de Kevin Carter: O Desastre do Clube Bangue Bangue] recebeu uma indicação ao Oscar em 2006.

O filme Amor Sem Fronteiras (2003), estrelado por Angelina Jolie, recria em cena a imagem da foto captada por Kevin Carter.

 Kevin Carter Kevin Carter

Deixem suas opiniões. Vocês acham que Carter não agiu corretamente apenas tirando a fotografia? O que seria ético para vocês neste caso? Vocês acham que o fato da fotografia representar a fome e a situação destas pessoas no mundo todo os ajudou de alguma forma? Deixamos aqui nossas perguntas para todos.

preltt

Posted in fotografias on 12 de dezembro de 2009 by renanzeras

Acesse http://cinepreltt.wordpress.com/

Deixe o seu comentario!

Vibe.

Posted in fotografias on 12 de dezembro de 2009 by maximagem2010

Acesse Vibe http://www.vibe210.wordpress.com

Deixe o seu comentario!

Versatil

Posted in fotografias on 10 de dezembro de 2009 by renanzeras

acesse http://comunew.wordpress.com/

Deixe o seu comentário!

Posted in Fotojornalismo on 2 de dezembro de 2009 by ivancabral10
Este bebê foi encontrado por um gari embrulhado num saco de lixo.Essa é uma notícia que o povo brasileiro vê quase todo dia nos jornais, internet, etc.Se você também fica revoltado ao ver isso, participe do nosso blog, deixe sua opinião. 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.